.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Terça-feira, 30 de Novembro de 2004
Acabou a fantochada!
Fogo de artificio.jpg

</p>

Finalmente!...
Mais do que felicitar Jorge Sampaio pela sua decisão, quero “pesamar”
PSL (nem me merece o nome por extenso) pelo feito inaudito de ter
conseguido a quase unanimidade do Povo Português.
Há muito tempo que não se pressentia tanta unidade.
Foi pelas piores razões, mas cada um dá as razões que consegue e
PSL não consegue outras.

Voltei a gostar de ser portuguesa... pois!



(imagem: “Fogo de artifício” – António Paulo - foto.com.sapo.pt)

publicado por DespenteadaMental às 20:41
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Novembro de 2004
Coitadinha da "criança"!!!...
Che fine ha fato baby Jane_sem autoria_Art com.jpg


Entre a areia e o cimento
pode haver boa união,
se se usar da proporção
justa, para cada elemento.
Como o farelo e a farinha
também podem dar bom pão,
se não resolver a mão
fazer poupança mesquinha.
Pois quando a proporção falha
a poupança dura pouco.
Cai o pilar no cabouco
e vai-se o pão na migalha.
Sabe disto o empreiteiro
e sabe o padeiro, também,
mas já duvido, porém,
que o saiba o novel “parteiro”.
Não cuidou de equilibrar
a equipa de ajudantes
e não tem sobre os restantes
arte, para os acalmar.
Partiu de um saco de gatos
para uma equipa de hienas
e, agora, lamenta as cenas
de “estaladas” e maus tratos.
Coitadinha da “criança”
no meio de tão má gente,
com “parteiro” incompetente
e em crise de liderança.
Vai morrer de inanição
ou de "estaladas" (quem sabe?),
se, antes, a maternidade
não ruir por implosão.
Que não falte dinamite
nem mecha, nem bom mecheiro
e que este falso “parteiro”
nunca mais se habilite
a funções que exigem tacto,
maturidade e bom-senso.
Guarde-se para o que é propenso
e que já provou, de facto,
poder fazer menos mal.
Sei lá!... Fazer um cruzeiro.
Senão... Sei lá!... Ser porteiro
numa qualquer Kapital.



(imagem: “Che fine ha fato baby Jane?” - www.art.com)
publicado por DespenteadaMental às 22:43
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 28 de Novembro de 2004
Mas que festa!... Será desta?...
8 - ball clowns_Oberstein_Art com.jpg


Já lá vai o S. Martinho.
Seguir-se-ia o Natal,
mas creio que, p’lo caminho
que isto leva, é o Carnaval
que aí vem, antes de tempo
(regendo-me p’lo calendário),
mas, tendo em conta o lamento
e o nosso triste fadário,
troquem-se as voltas às festas.
Seja Carnaval e pronto!,
porque desfiladas destas
nem na cabeça de um tonto
quadram bem com o Natal.
Que passe o corso adiante,
antes que algum “alto-astral”
queira fazer de elefante
num presépio de cristal.
Ide todos, meus meninos,
para lá de onde viestes
e oxalá que os destinos
errados, que vós trouxestes,
se sintam mais que cumpridos,
p’ra vosso e nosso descanso,
e vos mantenham retidos
em feliz e belo remanso
que vos custe abandonar
a troco de quaisquer tronos,
que nos custam a pagar,
mas dos quais vos sentis donos
e de cujo alto mostrais
que a estrela que vos guiou
por sobre os outros mortais
estava cega ou se enganou.
Já nem as estrelas se livram
de protegidos mal-quistos,
que, sem nada p’ra que sirvam,
ateimam em ser ministros.
É cisma que os acompanha,
mal sabem ainda andar,
com convicção tamanha
que acabam por lá chegar.
O azar é que um cismou
em ser primeiro-ministro.
E não é que lá chegou?!!!...
Diabos!!!... Raios partam isto!!!...
Mas já cumpriu o destino.
Sinta-se agora liberto!
Vá-se embora, meu menino,
mas p’ra bem longe. Está certo?
E vamos pedir aos astros
que não preguem mais partidas,
cuidando que aos emplastros
só calhem estrelas fundidas.



(imagem: “8 - ball clowns” – Oberstein - www.art.com)
publicado por DespenteadaMental às 21:15
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Novembro de 2004
O caminho das palavras ponderadas
Garden Gateway_Don Li-Leger_Art com.jpg


Há palavras que vivem no silêncio,
partilham a penumbra,
mas não o objectivo.
Umas visam alcançar o esquecimento,
outras, cuja raiz é mais profunda
ou é inesquecível o motivo,
esperam, pacientes, o momento
em que a palavra-mãe cordialidade
as leve da penumbra à claridade.



(imagem: “Garden gateway” - Don Li-Leger - www.art.com)
publicado por DespenteadaMental às 22:15
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Novembro de 2004
A magia do amor
First rose_Vicky Brago-Mitchell_Art com.jpg


Quando a tua boca é beija-pele,
a minha pele transforma-se em flor,
ergue-se à vertical o equador,
o nosso leito é o céu e o mar, dossel.



(imagem: “First rose” - Vicky Brago-Mitchell - www.art.com)
publicado por DespenteadaMental às 22:09
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 25 de Novembro de 2004
A magia da música
A little night music_Rene Lalonde_Art com.jpg


Já o cansaço segredara ao teu ouvido
que era tarde e já te havias despedido,
quando viste a saudade perpassar
no meu olhar.
Embora o sono te pedisse outro caminho,
voltaste atrás e, num gesto de carinho,
deixaste uma música no ar,
para me embalar.
Senti que partias, mas ficavas
e fazias da música as palavras
que me dirias, até adormecer.
Sonhei que ficaste e que cantámos,
toda a noite, esta música e dançámos,
até o novo dia amanhecer.



(imagem: “A little night music” - René Lalonde - www.art.com)
publicado por DespenteadaMental às 23:19
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 24 de Novembro de 2004
A graciosidade da borboleta
Butterfly_Ricardo Monteiro_Album da natureza.jpg


Com arte de bailarina consagrada
e numa coreografia de ondas e laços,
desenha em largas curvas os compassos,
como quem dança ao som de uma toada
que apenas ela ouve, mas descreve
nos volteios da sua trajectória.
Por fim e numa pausa breve,
ergue as asas, em jeito de vitória.
E parece aguardar a aclamação
que lhe é devida, por tão bela exibição.</p>




(imagem:” Butterfly” – Álbum da natureza - www.albumdanatureza.com.br)

publicado por DespenteadaMental às 21:55
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Terça-feira, 23 de Novembro de 2004
A plasticidade das letras
Morning calm_Tan Chun_Art com.jpg

Quando as palavras são tão ácidas
que silvam no ar como chibatas,
tento ver, no laço corredio,
as letras, que, sós, são tão plácidas,
reunirem-se, p’ra formar outras palavras
que murmurem docemente, como um rio.</p>

E pergunto-me, quando as vejo recriar
palavras cuja paz já tanto tarda:
- Para quê gastar letras numa ‘arma’,
se com as mesmas letras posso ‘amar’?



(imagem: “Morning calm” - Tan Chun - www.art.com)

publicado por DespenteadaMental às 21:38
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Novembro de 2004
Das visitas
Mind blowing_Nicholas Cann_AllPosters com.jpg


Chega, sem fazer alarde
e quando se anuncia já é tarde.
Vem e instala-se, sem encontrar resistência,
tal é a minha tendência
para esta visitante,
tão constante,
que nem dá tempo à saudade
e usa de um à-vontade
que só a ela admito.
É a Dúvida. Está tudo dito!



(imagem: “Mind blowing” - Nicholas Cann - www.allposters.com)
publicado por DespenteadaMental às 23:14
link do post | comentar | favorito
|
Parabéns, Causa Nossa!
O blog Causa Nossa comemora, hoje, o primeiro aniversário. Há 1 ano, no seu post inicial, terminava dizendo: "Queremos ser uma referência na esfera bloguística." Para mim, desde que dele tive conhecimento, tem sido. Por isso, parabéns, Causa Nossa, e obrigada!
publicado por DespenteadaMental às 13:44
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds