.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Sexta-feira, 12 de Novembro de 2004
Múltipla sedução
Ocean Moonlight_Krienke_Art com.jpg


Quando a lua, brilhante, vem estender
o seu riso de prata sobre o mar,
seduzido, ele deixa-se envolver
e fica embevecido a cintilar.</p>

Atónitos, os peixes vêm ver
o que deixou o mar iluminado
e, vendo, cada um deles quer ser,
de todos, o mais belo e prateado.

E, assim, sem que a lua se dê conta,
todos lhe tiram luz, p’ra se enfeitar,
e quando, de manhã, o sol desponta,
vemos, nas ondas, pedaços de luar.



(imagem: “Ocean moonlight” – Krienke - www.art.com)



publicado por DespenteadaMental às 21:50
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Novembro de 2004
Subtileza...
Lovers_Talli Rosner-Kozuch_AllPosters.jpg


Tocas-me, subtilmente, e sorris
com a certeza
de que esses toques subtis
derrubam qualquer firmeza
que, subtilmente, eu encene,
com o meu ar mais solene,
até que um toque subtil
me aniquile.



(imagem: “Lovers” - Talli Rosner-Kozuch - www.allposters.com)
publicado por DespenteadaMental às 22:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quarta-feira, 10 de Novembro de 2004
Devagar
Embrace_Mary Ann Mercer_AllPosters.jpg


Passavas devagar,
como se fosses, sem coragem,
fazer, a contragosto, uma viagem,
à falta de razão por que parar.
A tua sombra recortou-se no meu chão,
alongou-se em forma e tempo,
ganhou corpo, ganhou voz.
E, desde então,
aguardamos o momento
em que o sol, a pino, sobre nós,
reduza as nossas sombras a um ponto,
por ser tão certo e estreito o nosso encontro,
que nem em sombra voltaremos a estar sós.



(imagem: “Embrace” - Mary Ann Mercer - www.allposters.com)
publicado por DespenteadaMental às 22:09
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 9 de Novembro de 2004
Vinda do fundo de mim
Desire_Paul Curtis_AllPosters.jpg


Os teus dedos,
navegam no meu mar de espanto
e descobrem-me segredos
que nem sonhava ter.
Fico, então, cativa do encanto
de me sentir e ver
à luz da estrela de cinco pontas
em que se transforma a tua mão,
quando iluminas e encontras
cada relevo, cada desvão,
onde, sem saber, eu estava
esquecida,
adormecida,
como a lava
de um vulcão.



(imagem: ”Desire” - Paul Curtis - www.allposters.com)
publicado por DespenteadaMental às 18:50
link do post | comentar | favorito
|
Qu'ódio!!!
Frog_Tim Flach_AllPosters.jpg

A tua sorte, Sapo, além de seres escorregadio, é não teres pescoço.
Caso contrário, já te teria estrangulado.
E não me olhes com esse ar de quem não me entende... arghhh...



(imagem: "Frog" - Tim Flach - www.allposters.com)
publicado por DespenteadaMental às 18:49
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 8 de Novembro de 2004
Acção e reacção
Le Baiser_escultura de Auguste Rodin.jpg


Quando o teu desejo,
como vento,
por mim passa,
desencadeia o melhor dos vendavais.
Basta um beijo,
como alento,
e logo se desenlaça
a vontade de mais... e mais... e mais...



(imagem: “Le baiser” - escultura de Auguste Rodin - www.musee-rodin.fr)
publicado por DespenteadaMental às 13:06
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Novembro de 2004
Eternos amantes
Lisboa e o Tejo-Domingo_Carlos Botelho.jpg


Quando o Tejo se recolhe
numa maré retraída,
Lisboa vem junto ao molhe,
como uma mulher traída,
que se sente abandonada,
sem as carícias e os beijos
que o Tejo, alta madrugada,
em noites de mil desejos,
deposita, sem cansaço,
na muralha, junto ao cais,
prolongando o terno abraço
dos noctívagos casais,
que olham as suas águas
- espelho de tantos amores,
torrente de tantas mágoas,
estuário de tantas dores.
E é das águas do rio
que vem parte do encanto
que, do Sodré ao Rossio,
se sente em qualquer recanto.
E até na ameia mais alta
do alto Castelo se sente
que, quando o Tejo lhe falta,
Lisboa fica diferente.



(imagem:” Lisboa e o Tejo - Domingo” - Carlos Botelho - www.ci.uc.pt/artes)
publicado por DespenteadaMental às 18:22
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 3 de Novembro de 2004
Maldito medo!
O Inquisidor_Diogo de Macedo 1889-1959.jpg


Assumes, novamente, o teu poder
de várias faces e em múltiplas “igrejas”.
Por cada vítima que queiras “converter”
ao interesse dos teus “deuses”, maldito sejas!



(imagem: “O Inquisidor” - Diogo de Macedo - www.ci.uc.pt/artes)
publicado por DespenteadaMental às 23:19
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 2 de Novembro de 2004
Ver e sonhar
Silver Brook_poster.jpg


Reuniram-se as pedras à beira-rio?...
Ou convidou-as a margem, para defesa?...
Ou arrumou-as o rio, como represa,
feito criança que inventa um desafio?...</p>

Olhando muito ao pé, vejo canais
vertiginosos, formando remoinhos,
em que as folhas caídas são barquinhos
que perderam as velas e o arrais.

Olhando de mais longe, é quase igual
à ideia que guardo, desde sempre,
do rio-espelho que, invariavelmente,
enfeitava os presépios de natal.



(imagem: “Silver brook” – poster - www.art.com/)

publicado por DespenteadaMental às 22:21
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 1 de Novembro de 2004
Na despedida...
How many times can we say goodbye_Raymond Leech.jpg


Em cada despedida que não queremos,
é tudo tão intenso e magoado.
É o início de um tempo indesejado,
imposto por um relógio cego e surdo.
É a noção de perda, é o sabermos
que pode ser o último momento,
por muito que este pensamento
pareça descabido e absurdo.
Cada despedida deixa o presente
suspenso, p'ra quem fica e p’ra quem parte,
da sorte, dos afectos e da arte
de retomar a vida mais à frente...



(imagem:“How many times can we say goodbye?”- Leech - www.allposters.com/)
publicado por DespenteadaMental às 19:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds