.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Segunda-feira, 25 de Abril de 2005
25 de Abril de 1974
Mao_Antonio Pimentel_CC25A.jpg


E foi um despertar
que em tudo se inovou,
sem, antes, perguntar
se alguém autorizou.
E as ruas foram rios!
E as praças foram mares!
E os cantos mais sombrios
ganharam novos ares,
quando o sorriso entrou,
rasgando a escuridão
a quem se recusou
ao “sim”, quando era “não”.

Mas sob a alegria,
que nos banhou a todos,
escondeu-se a cobardia
nos mais profundos lodos,
qual verme que se acoita,
contorce e desespera,
enquanto não se afoita
a ser de novo fera.
Enquanto mina o fundo,
mantém à superfície
um séquito fecundo
na arte da sordície.

E já a fome grassa!
E já mingua o pão!
E já há quem nos faça
dizer “sim”, quando é “não”.

E já nos dói o riso!
E já nos cega a luz!
E já nos é preciso
levar, de novo, a cruz.

E já cansa o redil
que nos cerca de novo.
E já o mês de Abril
se abre, a custo, ao Povo.

E já vai sendo mês
de semear mais cravos,
antes que, uma outra vez,
sejamos novos escravos.



(imagem: “Mão” - ilustração de António Pimentel - Centro Cultural 25 de Abril)

publicado por DespenteadaMental às 14:04
link do post | comentar | favorito
|
16 comentários:
De DespenteadaMental a 26 de Abril de 2005 às 21:52
sotavento, Faça um bom alfobre, para que os cravos saiam vigorosos. Bem precisamos!...
Abraço.
De DespenteadaMental a 26 de Abril de 2005 às 21:48
Armando Ésse, O que já me vai apetecendo dizer é "Abril, outra vez!". Quanto à ausência, não foi fácil, mas as maravilhas tecnológicas, por vezes, têm birras ou são burras - já nem sei...
Abraço.
De DespenteadaMental a 26 de Abril de 2005 às 21:44
Ordisi, Cuidado comigo, "viu"? ;)
Beijo
De sotavento a 26 de Abril de 2005 às 20:42
Hoje já é 26, vou ali ao lado, voltar a semear!... :)
De Armando a 26 de Abril de 2005 às 17:23
Que possamos comemorar e dizer, Abril Sempre.
Já começava a ser penoso passar por aqui, e encontrá-la ausente.

Um abraço.

De OrdisiRaluz a 26 de Abril de 2005 às 01:13
Ela voltou com tudo e não está prosa. Bjs.
De DespenteadaMental a 25 de Abril de 2005 às 20:20
Jorge Morais, Tenho mais facilidade em escrever, ou seja, em expressar-me, quando estou "danada".
Sou mais contestatária do que lírica ;)
Abraço.
De DespenteadaMental a 25 de Abril de 2005 às 20:18
JRD, Já começava a pensar que o meu PC era "fascista" e eu, aqui, a sustentá-lo ;)
Quanto a Abril e às "falhas" de que vai sendo alvo, já bem basta o que basta. Com o meu contributo, não!
Abraço.
De DespenteadaMental a 25 de Abril de 2005 às 20:14
JVC, Não! Vou "corrigir" as suas palavras iniciais. "No dia da ponderação sobre o futuro do Professorices...". Assim é que é! ;)
E, assim sendo, espero que não seja a última recordação da sua passagem internética, porque essa passagem ainda não terminou e porque eu também continuo a passar. De qualquer modo, JVC, grata pelas palavras de incentivo e pela minha inclusão na ML.
Até amanhã...
Abraço.
De DespenteadaMental a 25 de Abril de 2005 às 20:07
Pindérico, Penso que sim, que a apreensão que comungamos fez com que as minhas palavras encontrassem eco, em si, o que o terá levado a gostar do poema, sentindo-o um pouco como seu.
O mal não está na nossa apreensão, mas no que vemos como razão para ela. Esta é uma situação em que gostaria imenso de não ter razão nenhuma.
Abraço.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds