.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Sexta-feira, 25 de Março de 2005
Cuidados
Rose poetry_L Martinelli_prints4all com.jpg

Livro de espinhos
as palavras que não digo,
para mantê-las em silêncio, sem ferir-me.




(imagem: “Rose poetry” - L. Martinelli - prints4all.com)

publicado por DespenteadaMental às 22:12
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De DespenteadaMental a 30 de Março de 2005 às 23:20
Moriana, Exactamente! É por isso que, se resolvemos 'amansá-las' e guardá-las em nós, convém que lhes tiremos as 'garras' ;)
Beijo.
De moriana a 30 de Março de 2005 às 15:48
as palavras não magoam só quem as atinge, magoam igualmente quem as produz...
beijos.
De DespenteadaMental a 27 de Março de 2005 às 00:31
Armando Ésse, Penso que se refere às palavras não espinhosas e que, devendo ter sido ditas, condenámos ao silêncio. Por vezes, ainda há tempo para dizê-las. Assim elas façam sentido, ainda.
Abraço.
De DespenteadaMental a 27 de Março de 2005 às 00:24
tounalua, Certo, mas as palavras que não digo prefiro guardá-las, sem mais acrescentos ou substituições, para não ceder à tentação de dizer as originais ;)
Obrigada e bom fim-de-semana, para ti, também.
Abraço.
De DespenteadaMental a 27 de Março de 2005 às 00:21
sotavento, Não ferem, não. Eu não 'enlivro' os espinhos. O que faço é livrar deles as palavras ;)
Abraço.
De DespenteadaMental a 27 de Março de 2005 às 00:17
Dora, Obrigada, pelas palavras amigas e pelos votos, que retribuo.
Beijo.
De Armando a 26 de Março de 2005 às 22:15
Adoro ler estas pequenas frases.
Agora as palavras que nos ferem mais, são aquelas que fazemos silêncio delas, quando deveriam ter sido ditas.
De tounalua a 26 de Março de 2005 às 13:24
Os espinhos podem "neutralizar-se". De várias maneiras... com palavras, também.
Um doce fim de semana!
De sotavento a 26 de Março de 2005 às 12:02
Mas ferem por dentro das páginas...
De Dora a 26 de Março de 2005 às 02:19
Só hoje conheci o teu blog, que muito me agradou. Aproveito para deixar um beijinho de Páscoa Feliz :-)

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds