.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Sábado, 4 de Dezembro de 2004
Da importância da árvore
Evening - Red tree_Piet Mondrian_AllPosters com.jpg


Estendo-me em todos os sentidos,
para acolher todos os sóis, todos os ventos,
beber todas as chuvas e relentos
e oferecê-los, nos ramos estendidos,
aos seres a quem dou abrigo e pão
e à Terra que fez de mim a mão
com que rega os campos ressequidos.



(imagem: “Evening - Red tree” - Piet Mondrian - www.allposters.com)
publicado por DespenteadaMental às 23:03
link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De Paula e Jorgina a 27 de Abril de 2005 às 15:23
Nós amamos a Árvore mt mt mt mt mxm mt.É 1 grand amiga
De DespenteadaMental a 27 de Dezembro de 2004 às 13:48
Olá, '1celtaibero'! Obrigada pela visita e pelo soneto. Abraço
De 1celtaibero a 19 de Dezembro de 2004 às 21:37
De DespenteadaMental a 7 de Dezembro de 2004 às 23:36
Obrigada, 'tounalua'. Beijo
De tounalua a 7 de Dezembro de 2004 às 07:25
Esta definição de árvore poderia ir direitinha para uma enciclopédia. Tudo o que interessa está dito! Líndissimo.
De DespenteadaMental a 5 de Dezembro de 2004 às 20:52
Olá, 'docerebelde'! Agradeço os parabéns, tanto quanto lhe agradou o poema.
Beijo.
De DespenteadaMental a 5 de Dezembro de 2004 às 20:47
Pois é, Quim!... Coisas da vida e da memória... Coisas desagradáveis, mas só isso e que, por isso, não chegam, sequer, para toldar tudo o mais.
Beijo.
De docerebelde a 5 de Dezembro de 2004 às 16:03
Muito lindo este poema....parabéns!
De quim a 5 de Dezembro de 2004 às 15:58
...e não vejo tempo nem espaço em que minhas mãos envoltas em teus despenteados cabelos, te sintam a alma envolta em doces esgares de poesia... (então Tomar bring to you más recordações... sad...bad... sorry...) :) *

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds