.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2004
Da insuportabilidade do medo
Night mists_Montague Dawson_Art com.jpg


O medo, esse fantasma que se agiganta
na bruma do que me é desconhecido,
embora muitas vezes já vencido,
em cada novo avanço a angústia é tanta
que esqueço as vitórias anteriores.
Só quando já são tantos os temores,
mais do que os que posso suportar,
é que ganho coragem para avançar
e quebrar as cadeias do degredo,
em que me apouco, quando “amuito” o medo.



(imagem: “Night mists” - Montague Dawson - www.art.com)
publicado por DespenteadaMental às 17:47
link do post | comentar | favorito
|
10 comentários:
De DespenteadaMental a 19 de Dezembro de 2004 às 16:59
Olá, 'inquieta'! Tomei foi chá de rascunho... Beijo.
De DespenteadaMental a 19 de Dezembro de 2004 às 16:55
Bruno, obrigada pela visita. Como tens passado?... Mais animado?... Oxalá! Já passo pelo teu blog, para me certificar. Beijo.
De DespenteadaMental a 19 de Dezembro de 2004 às 16:52
Olá, 'maryjo'! Obrigada. Em acabando de responder aos comentários em atraso, irei visitar o seu blog. Beijo
De DespenteadaMental a 19 de Dezembro de 2004 às 16:50
Oi, 'inquieta', tanto medo?!... Não acredito! O que é feito da coragem que lhe conheço?... Foi de férias?... Hum!... Beijo.
De DespenteadaMental a 19 de Dezembro de 2004 às 16:47
'tounalua', é nestes desencontros, entre o medo e a coragem, que avaliamos e reforçamos a nossa resistência. Vamos ver até quando e até quanto. Abraço.
De inquieta a 19 de Dezembro de 2004 às 15:57
Eita Por...tomou chá de sumiço?
Tá fazendo falta
beijao
De Bruno a 18 de Dezembro de 2004 às 00:25
Belo mto belo
De maryjo a 17 de Dezembro de 2004 às 11:26
muito bonito o teu blog. parabéns
De inquieta a 17 de Dezembro de 2004 às 06:17
Oi Porzinha...tanta saudade.
Medo...medo, medo, medooooooo
De tounalua a 13 de Dezembro de 2004 às 19:20
"... Só quando já são tantos os temores,
mais do que os que posso suportar,
é que ganho coragem para avançar..."

Às vezes o desconhecido agiganta-nos o medo mas, tal como uma nau destemida, também nós encontramos sempre a estrela, o norte que nos há-de guiar e que sempre esteve lá. Há momentos em que a memória das "vitórias anteriores" é suficiente para afastar a nuvem que os encobre, noutros precisamos mesmo de um raiozinho de luar. Pena é que este nem sempre apareça tão cedo como desejaríamos.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds