.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Quinta-feira, 4 de Novembro de 2004
Eternos amantes
Lisboa e o Tejo-Domingo_Carlos Botelho.jpg


Quando o Tejo se recolhe
numa maré retraída,
Lisboa vem junto ao molhe,
como uma mulher traída,
que se sente abandonada,
sem as carícias e os beijos
que o Tejo, alta madrugada,
em noites de mil desejos,
deposita, sem cansaço,
na muralha, junto ao cais,
prolongando o terno abraço
dos noctívagos casais,
que olham as suas águas
- espelho de tantos amores,
torrente de tantas mágoas,
estuário de tantas dores.
E é das águas do rio
que vem parte do encanto
que, do Sodré ao Rossio,
se sente em qualquer recanto.
E até na ameia mais alta
do alto Castelo se sente
que, quando o Tejo lhe falta,
Lisboa fica diferente.



(imagem:” Lisboa e o Tejo - Domingo” - Carlos Botelho - www.ci.uc.pt/artes)
publicado por DespenteadaMental às 18:22
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De DespenteadaMental a 8 de Novembro de 2004 às 13:26
Olá, Quim, ainda te lembras de como o Sapo, de vez em quando, se assapa e nos deixa sem alternativa que não seja mudar de servidor? Pois! Como sou teimosa, continuo, aqui, a aturar este príncipe que nunca mais se desencanta. Quanto ao teu 'blog', voltei lá, depois, e vi que já estava mais colorido e florido. Ficou mais bonito. Por aqui, o despenteamento continua, mas é só mental. De qualquer modo, obrigada pelo teu voto amigo e carinhoso. Beijo.
De DespenteadaMental a 8 de Novembro de 2004 às 13:19
Oi, Inquieta, não se fique pela 'inveja'. Venha confirmar o quanto ela se justifica. Esperando... Beijo
De quim a 7 de Novembro de 2004 às 13:42
...tinha "acinzentado" o meu sítio num sentir de mágoa e lembrança... eis, repentinamente, tuas palavras me alertaram que a cor é fundamental e, dessa forma, voltei a sorrir e a florir... graças a ti, regressei à paz... beijo... (não sei por que razão tua mente se despenteia... mas espero que teus cabelos revoltos ou não possam ser envolvidos por certas mãos e acariciados de forma a sentir teu coração...)
De inquieta a 5 de Novembro de 2004 às 07:47
Por , sua danada! Qquer hora ainda te visito nessa tua Lisboa.Vc fica fazendo inveja pra gente aqui.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds