.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Sexta-feira, 4 de Março de 2005
Flamingo... flamante
Flamingo_Ricardo Monteiro_Album da natureza.jpg

É uma flor de plumas flutuante,
no seu branco e rosa flamejante,
que incendeia as águas e a paisagem
e desenha no ar, quando, em viagem,
uma onda de fogo em movimento.
É um convite ao deslumbramento
de ver o céu arder, enquanto voa,
sem que nada se queime, nada nos doa.



(imagem: “Flamingo” – foto de Ricardo Monteiro - Álbum da natureza)

publicado por DespenteadaMental às 23:06
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De DespenteadaMental a 10 de Março de 2005 às 18:24
Ricardo, Há o tempo de sonhar e o tempo de lutar. Vão-se intercalando... Em tempo de sonho, o seu "Álbum da natureza" é sempre uma boa inspiração. Gostou, "né"?...
P.S.: Por que não vai ver os flamingos?... Seria um belo passeio e nunca se sabe quando um deles decide ver o mundo de cima ;)
Beijo.

De Ricardo a 9 de Março de 2005 às 18:48
Oi
Estou adorando sua volta ao poema de lindas palavras e combinações delas.
Menos política, mais vida, mais amor, mais sentimento. Assim é bom!
Beijo
Ricardo
PS Gostaria de ver um flamingo a voar!!!
De DespenteadaMental a 5 de Março de 2005 às 23:16
Santos Passos, Obrigada! Tenho visitado o seu 'blog' e li algo, lá, que me deixou a pensar. Refiro-me àquele "regresso de férias" - os mesmos processos, os mesmos cuidados, os mesmos medos... Embora doa, gostei de ler.
Abraço.
De DespenteadaMental a 5 de Março de 2005 às 23:12
Ana, Também gostei bué da tua visita. Tentei retribuir, indo visitar o teu 'blog', mas nem dá para dizer se é "bué da fixe", porque é tão "fixo" que nem abre, completamente. Abraço.
De DespenteadaMental a 5 de Março de 2005 às 23:09
JRD, Os quatro elementos em paz... Seria, se não houvesse um 5º "elemento" - o Homem - a desacatar o sossego. Quanto à troca de mãos, não se incomode, porque deu para identificar, pelo 'blog'. Abraço.
De Santos Passos a 5 de Março de 2005 às 20:05
Realmente, um convite ao deslumbramento. Tanto a imagem quanto o poema.
De ana a 5 de Março de 2005 às 19:16
oi gostei bue do teu blog visita tb o meu em http://blogdanita.blogs.sapo.pt (http://blogdanita.blogs.sapo.pt) bjs
De JRD a 5 de Março de 2005 às 02:10
E se à Terra chamarmos "flor" temos os quatro elementos em paz.Belo poema. Abraço
(Passo a vida a "trocar as mãos" mas desta vez não me "enganei"-que é como quem diz- no remetente)

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds