.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Terça-feira, 25 de Janeiro de 2005
Fui vítima de mais uma injustiça!...
PSL_jornal Publico.jpg

Quando eu era pequenino
de corpo, porque, de mente,
este “guerreiro menino”
não está lá muito diferente...
Mas, tal como vos dizia,
quando eu era pequenino,
se não tinha o que queria,
eu, o “guerreiro menino”,
fazia queixas à mãe
e não me ralava nada
que algum outro, com desdém,
dissesse, à boca calada,
que eu era um grande poltrão.
Hoje, que já sou crescido,
mas fiel ao que era, então,
sou um “guerreiro” encolhido
sob asa que julgue forte
e consiga o que me falha,
mas, com a minha má sorte,
peço ajuda a quem me ralha.
Diz ele que a pré-campanha
não passa de mediática,
quando eu vendo tanta banha
da cobra, mas programática.
Até falei do Ensino
e dos jogos no recreio
p’ra insinuar que um menino
se não brinca é por receio.
E, no meu jeito didáctico,
lembrei que essas criancinhas
levavam com o simpático
apupo de mariquinhas.
Claro, não precisei
de falar tão claramente,
porque, ao dizê-lo, falei
p’ra gente intelijumente.
Com estas intervenções
de fundo (de fossa séptica)
quaisquer interpretações
contrárias, são falta de ética.
Mais um embuste me apouca,
mas eu tenho as costas largas
e ainda mais larga a boca,
para dizer coisas tão parvas.
E se eu gosto de as dizer,
também há quem me aplauda,
p’lo que fico sem saber
se é das calças, se é... da cauda.



(imagem: copiada do jornal PÚBLICO)
publicado por DespenteadaMental às 23:47
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De DespenteadaMental a 27 de Janeiro de 2005 às 00:28
Luís Sequeira, tem a certeza de que ouviu bem?... O "Mentes Bodas" disse emoções ou omissões? Vou mais pela segunda hipótese... (rindo)
De DespenteadaMental a 27 de Janeiro de 2005 às 00:26
'Pilantra', faz-se o que se pode, embora o preceito não faça muito o género da personagem.
De DespenteadaMental a 27 de Janeiro de 2005 às 00:24
'casepagam', explique ao homem o que é isso do "Raio que o Parta", não vá ele pensar que é alguma "boite" nova...
De DespenteadaMental a 27 de Janeiro de 2005 às 00:22
Vítor José, e se não o seguram, ainda há-de quer candidatar-se a Papa, em concorrência com o Portas... ;)
De Lu a 26 de Janeiro de 2005 às 23:14
Acabo de ouvir o inefável Mendes Botas (o tal dos poemas eróticos) que é cabeça de lista por Faro, defendendo o seu herói. Dizia o senhor que Santana gera emoções, é um homem que comove. Dou-lhe razão, comovo-me (até às lágrimas) sempre que penso nestes últimos meses.
De Pilantra a 26 de Janeiro de 2005 às 17:47
Já começo a ter saudades deste tempo de rimas a preceito!
De casepagam a 26 de Janeiro de 2005 às 17:07
Ora está... e é o que é...
Estou nessa...
O ''gajito'' que vá fazer fitas... para o Raio que o Parta!!!...
De vitorjose a 26 de Janeiro de 2005 às 15:46
Além das queixas à mãe, o menino fazia birra e ia para casa com a bola debaixo do braço. Imagino que mesmo que perca as eleições o “menino” vai fazer birra e vai querer levar debaixo do braço para casa a candidatura a Presidente da Republica.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds