.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Terça-feira, 28 de Dezembro de 2004
O horror
The Great Red Dragon and the Beast from the Sea_William Blake_National Gallery of Art.jpg


Que dizer
daquele prazer
calmo, aquoso, envolvente e baloiçante,
mas que era apenas a fímbria insinuante
de um monstro que já estava a levantar-se
e que, no vórtice da sua catarse,
sem deferências por quem quer que fosse,
avassalou tudo e todos e instalou-se
na larga praça e no mais esconso espaço,
e fez dos homens peixes e fez da água laço
com que os prendeu à morte,
com que os rendeu à sorte
de a vida ser caminho ou ser só mais um passo?...



(imagem: “The great red dragon and the beast from the sea”-W.Blake-www.nga.gov)
publicado por DespenteadaMental às 21:58
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds