.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Terça-feira, 10 de Agosto de 2004
O silêncio
Tempestuoso_Nadya Righetti.jpg


Quantas vezes o silêncio
é um turbilhão de palavras,
que se atropelam, se empurram,
se impedem de vir aos lábios...
Quando me vires em silêncio,
olha-me nos olhos
e verás as marés
que fluem e refluem dentro de mim.
Então, dá-me a tua mão
e ajuda-me a chegar à praia.



(imagem:“Tempestuoso”-Nadya Righetti-http://www.sportnautica.com.br/NRighetti.htm)
publicado por DespenteadaMental às 21:29
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De DespenteadaMental a 11 de Agosto de 2004 às 16:05
Cláudio, fui ao seu blog, para agradecer a visita e as palavras. Já lá entrara várias vezes, mas nunca comentara. Hoje, que quis comentar, os deuses fecharam a 'pop up' e o blog na minha cara.
Não eram mulheres, com certeza, estes deuses menores... rs...
Beijo e volte sempre.
De Claudio a 11 de Agosto de 2004 às 14:10
Uma visita interessante esta. Gostei muito daqui. É um bom lugar para desalinhar o pensamento premeditado pela minha louca sociedade. Volto sempre!

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds