.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Sábado, 13 de Novembro de 2004
Opção
Simple pleasures_Albert Fennell_Art com.jpg


Torceu a alma,
até extrair dela todo o desgosto.
Depois, mais calma,
traçou um ar de indiferença no rosto.
E vazou os olhos, que só lhe serviam para chorar.
Hoje, tacteia a vida, sem um lamento
e sem precisar,
em qualquer momento,
de se esconder,
porque o tacto não chora
e só se demora
no que dá prazer.



(imagem: “Simple pleasures” - Albert Fennell - www.art.com)
publicado por DespenteadaMental às 21:50
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De DespenteadaMental a 14 de Novembro de 2004 às 20:55
Quim, vou anotar a tua disposição em assumires a culpa. Depois, quando surgir qualquer acusação, quero ver... ;)
És uma alma poética e tanto. Que a vida, nas suas voltas, nunca te modifique.
Abraço.

De quim a 14 de Novembro de 2004 às 20:18
...arco com as culpas de tão singela ternura ao envolver teus cabelos (despenteados ou não...) num gesto de carinho e vontade de abraçar o vento que (vaidoso) te acaricia e nele me transportar nesse evento... :) *
De DespenteadaMental a 14 de Novembro de 2004 às 19:24
Quim, agradeço, mas não me penteies os cabelos, para que não me acusem de duplicidade - penteada por fora e despenteada por dentro... :)
Abraço.
De quim a 14 de Novembro de 2004 às 19:15
...obrigado pelo voto (que retribuo)numa carícia nos teus despenteados cabelos... :)*
De DespenteadaMental a 14 de Novembro de 2004 às 15:31
Obrigada, João, e votos de bom resto de domingo, para ti, também.
De Jo a 14 de Novembro de 2004 às 12:45
Belo poema.
Bom Domingo.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds