.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Sexta-feira, 4 de Fevereiro de 2005
Outro que, afinal, não quis dizer o que disse...

Tratou-se «apenas de uma forma de expressão».

É possível!

Dizer que «Coimbra devia sair à rua e este senhor [Sócrates] não devia cá entrar», como forma de expressão, talvez queira dizer que a cidade de Coimbra devia ir dar um passeio, sei lá!, até Leiria, “pecébe?”, e, assim, fora do lugar, mesmo que Sócrates lá fosse, não devia lá entrar, porque não a encontraria.

Ai, ai... eu também minto muito!

publicado por DespenteadaMental às 00:36
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De DespenteadaMental a 4 de Fevereiro de 2005 às 20:39
JRD, a movimentação é variada - há quem venha da direita para a esquera e quem vá desta para aquela. Quando se encontrarem no outro extremo do diâmetro, o que farão? Traçarão uma tangente ou uma secante? Que seca, heim!... ;)
De JRD a 4 de Fevereiro de 2005 às 16:39
Coimbra e a "Téggy"?! Acho que não colavam. Mas já que falamos em " coisas" de plástico,já por lá anda a reciclada Zita, que com pilhas novas, tem lugar em qualquer lojeca dos trezentos.
De JRD a 4 de Fevereiro de 2005 às 16:39
Coimbra e a "Téggy"?! Acho que não colavam. Mas já que falamos em " coisas" de plástico,já por lá anda a reciclada Zita, que com pilhas novas, tem lugar em qualquer lojeca dos trezentos.
De DespenteadaMental a 4 de Fevereiro de 2005 às 14:12
Luís Aguiar, aí é que reside a sobrevivência de quem mente - dizer verdades e mentiras, escudando-se na fama de mentir. Ninguém consegue cobrar-lhe seja o que for e, assim, vai "enriquecendo"... ;)
De Lu a 4 de Fevereiro de 2005 às 13:59
"Ai, ai... eu também minto muito!"
E como é que eu sei que não estás a mentir quando escreves esta frase?

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds