.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Quarta-feira, 9 de Junho de 2004
Sonho
Yellow leaves tree_Foto de Ricardo Monteiro.jpg



Sonho, imaginando viver.

Sonho, sonhando, sem querer.

Sonhos despertos...

Sonhos sonhados...

Uns, de olhos abertos, outros, fechados.


Sonho, meu filme solitário,

do subconsciente ou do imaginário.

Em ambos sou ecrã, sou projector,

artista, realizador

e único espectador.


Sonho, minha fuga, meu abrigo.

Sonho que construo ou se constrói.

Sonho que dá prazer, sonho que dói...

Sonho que é prémio ou é castigo.


Por vezes, o sonho vem sem avisar,

mas, sonhado ou desejado,

um sonho é um sonho...

E como é bom poder sonhar!!!...


Sonho, arena dos meus receios.

Sonho, vitrina dos meus anseios.

Em ambas sou herói, sou expositor,

sou vítima, sou vencedor

e único avaliador.



(imagem: foto criada e digitalizada por Ricardo Monteiro)

(poema ao Ricardo, por todas as fotos sonhadas e todos os sonhos fotografados)

publicado por DespenteadaMental às 13:11
link do post | comentar | favorito
|
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds