.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2005
'tadinho do crocodilo!
Hipopotamo_Ceramica Pagnutti.jpg

Há uma piada de que me lembro sempre, quando vejo um ‘roto’ referir ou questionar um ‘nu’.

Diz a piada que, um dia, na floresta, alguém lançou o boato de que todos os animais que tivessem a boca grande seriam abatidos.
Lesto e louco, o macaco partiu, de imediato, para a sua campanha de “comunicação social”.
De ramo em ramo, ia gritando:
- Quem tiver a boca grande será abatido!... Quem tiver a boca grande será abatido!...
Ouvindo tal aviso, o hipopótamo fechou a boca e, como quem faz biquinho, comentou com os animais que o rodeavam:
- ’tadinho do crocodilo!

Assim parece o Luís Delgado – quanto mais fala, pior. E, tentando fazer-nos pensar que defende o “Pedro”, apenas tenta justificar os delírios que foi debitando.

Vejam só:
“... Pedro, digam o que disserem dele, e dos quatro meses que governou Portugal, fez o melhor que sabia e podia...”

Depois do que “vimos, ouvimos e lemos”, é difícil imaginar o que poderia ter acontecido, se o “Pedro”, em vez de ter feito “o melhor que podia e sabia”, nos tivesse contemplado com o seu apenas “bom”, “menos bom” ou “medíocre”.
Confesso que fica para além da minha imaginação.
O que já não ultrapassa a minha capacidade imaginativa é a colecção de disparates que este escriba já deve ter arrecadada. Com pérolas deste tipo – “... dos quatro meses que governou Portugal...” - não há vara de porcos que lhes dê vazão.
E escreve o sô Luís para um jornal!... Ao que isto chegou...

Voltemos ao guarda-jóias do escriba.

“... Pedro Santana Lopes, como PM, fez o seu melhor, e como qualquer outro PM, em apenas quatro meses, também cometeu erros, lapsos ou atrapalhações. ...”

Sô Luís, dê um nome, um nominho só, de um outro primeiro-ministro que, com o mesmo rácio, “em apenas quatro meses, também cometeu erros, lapsos ou atrapalhações”.
Como sou condescendente, até alargo o período de comparação. Vá lá, o nome de um outro primeiro-ministro que, em 4 anos, tenha feito as asneiras que este fez. Dou-lhe o resto do seu tempo de vida para responder. Fique à vontade e não se envergonhe com a mudez. Aliás, saiba que até lha agradeço.

“... Santana limitou-se a apanhar os "cacos", e tentar virar, sem nunca esperar que lhe cortassem as pernas...”

Desculpe-me mais esta discordância de avaliação, mas o que o “Pedro” fez foi apanhar os “cacos” e atirá-los em todas as direcções, provocando uma imensa cacaria, que, só porque a louça é boa, não se desfez em pó, mas lá chegaríamos, se lhe tivéssemos dado tempo. Envergonharia qualquer elefante em loja de porcelanas.
Quer-me parecer que o sô Luís deve andar a comer em gamela de madeira. Há-de ser por isso que não se sentiu prejudicado.

“... Eu sei que Pedro Santana Lopes regressará, quando o tempo disser. ...”

Duvido, porque me parece que o tempo anda sem qualquer jeito ou vontade, seja do que for. Já reparou que nem chove?...Vai ver que é o resultado dos "quatro meses que (“Pedro”) governou Portugal”. Serviram de “alfobre” e, agora, veja no que deu a transplantação.

Por fim, sô Luís, deixe-me dizer-lhe que acho linda a solidariedade, mas, para que, além de linda, seja eficaz, convém que as ideias por que ela se expressa sejam ponderadas, para não se dar o caso de ser pior a “ementa” do que o “sonheto”.
É que, perante tanto disparate, dizer que o “Pedro (...) fez o melhor que sabia e podia”, parece comentário de hipopótamo.
A menos que o sô Luís ache, mesmo, que na governação do “Pedro” os erros foram compensados pelos acertos.
Nesse caso, terei de reconhecer que se trata de perfeita identificação, entre o analista e o analisado. Ou seja, entre hipopótamo e crocodilo, a única diferença é o aspecto morfológico. No resto, até gostam, ambos, de meter(-se na) água.


P. S.: Sô Luís, a indicação do tal nome de um outro primeiro-ministro que, em 4 anos, tenha feito as asneiras que este fez pode deixá-la escrita no seu testamento.
Eu sou paciente e não faço questão de ver o riso amarelo com que me responderia de viva voz.



(imagem: “Hipopótamo” - www.ceramicapagnutti.com.ar)

publicado por DespenteadaMental às 18:32
link do post | comentar | favorito
|
14 comentários:
De DespenteadaMental a 27 de Fevereiro de 2005 às 00:09
L.S., E para que queria ver o Luís Delgado na noite das eleições?... É masoquista?! ;)
Abraço e volte sempre, com ou sem masoquismo
De L.S a 25 de Fevereiro de 2005 às 19:18
Temos de perceber que Luís Delgado é um daqueles casos de déja vu, quando abre a boca já se sabe o que ele vai dizer. É pena que na noite das eleições, não se tenha visto nem a sombra dele.
De DespenteadaMental a 24 de Fevereiro de 2005 às 22:08
Armando Ésse, O homem é um lutador. Se alguém lhe atribuiu lugar tão 'prestigiante', ele bater-se-á por ele, até ao fim... ... ... da tabela ;)
Abraço.
De DespenteadaMental a 24 de Fevereiro de 2005 às 22:05
Moriana, Não sei se alguma das estações de rádio ou de tv serviu esse 'prato', mas, se alguma o serviu, decerto dispensou a sobremesa ;)
Beijo.
De DespenteadaMental a 24 de Fevereiro de 2005 às 22:02
JRD, O sô Luís deve ter entrado em catalepsia mental, pelo que encasquetou aquela opinião e ali ficou, que nem mula empancada. Estão bem um para o outro. Nem o diabo saberia escolher.
Abraço.
De DespenteadaMental a 24 de Fevereiro de 2005 às 21:56
'Pilantra', Isso é uma aposta ou uma ameaça?... Fiquei assustada ;)
Abraço
De DespenteadaMental a 24 de Fevereiro de 2005 às 21:55
António Viriato, Como é uso dizer, são mais do que as mães. Quanto ao sô Luís, vou ficar atenta, para ver qual o próximo 'santinho' que ele vai adorar. Os outros adoradores, só os pouparei se me falhar a atenção ou a veia.
Abraço.
De DespenteadaMental a 24 de Fevereiro de 2005 às 21:51
'casepagam', Lá teremos de ser ubíquos, para conseguirmos estar nas duas tendas ao mesmo tempo, porque qualquer dos espectáculos promete. Olá... se promete ;)
Abraço.
De Armando a 24 de Fevereiro de 2005 às 17:50
Não resisto a contar esta. Há duas ou três semanas o Inimigo Público, falava de Luís Delgado, dizia que ele era o 5.878.956.432 pensador a nível mundial, 3 lugares à frente de Bush e 2 atrás da senhora Rice. Ele esforça-se por dar razão ao pessoal do Inimigo Público.
De moriana a 24 de Fevereiro de 2005 às 17:36
gostaria de tê-lo visto a comentar a noite das eleições, por acaso!
beijos (o texto está excelente, como sempre!)

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds