.posts recentes

. A quem me tem acompanhado...

. A “Praça da Canção”

. “Cântico azul-marinho e v...

. Espiral mental

. Dos rios e dos homens

. Haja coragem!

. Ainda falta muito para ac...

. Má sorte

. Vincent da Rocha Dioh - 1...

. Canção de Amigo para “ami...

.arquivos

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Março 2004

Terça-feira, 23 de Agosto de 2005
Triste precocidade
A menina triste_Alfredo Volpi.jpg


No rosto uma expressão além da idade
que a pequenina mão denunciava,
enquanto me pedia se lhe dava
algo para comer, por caridade.

E causou-me nova perplexidade
quando pediu, com voz tão triste e cava,
não um bolo, antes se lhe pagava
uma sopa, que era a sua vontade.

Criança sem brinquedos, sem recreio,
sem o pão garantido a que juntar
a “loucura” de um doce - um devaneio.

Num palminho de cara mais tristeza
do que a palma da mão pode agarrar,
do que o pão que algum dia viu na mesa.




(imagem: “A menina triste” de Alfredo Volpi)

publicado por DespenteadaMental às 23:10
link do post | comentar | favorito
|
15 comentários:
De OrdisiRaluz a 1 de Setembro de 2005 às 20:06
Beleza pura, Despenteada! Bjs., do Brasil!
De DespenteadaMental a 27 de Agosto de 2005 às 22:32
Santos Passos, Obrigada e um abraço.
De DespenteadaMental a 27 de Agosto de 2005 às 22:31
Armando Ésse, Tenho estado preguiçosa, é certo, mas "vivinha da costa" ;) E passeando pelo seu blogue, sempre! Agradeço e retribuo os votos de bom fim-de-semana. Abraço.
De DespenteadaMental a 27 de Agosto de 2005 às 22:28
UMZE, Olá, meu Amigo. Tenho andado muito preguiçosa. Muito, mesmo! Mas todos os dias passo no seu blogue, por isso, nada de fazer como eu. Certo? ;) Abraço.
De DespenteadaMental a 27 de Agosto de 2005 às 22:26
'mfc', Há sensações que não têm volta que possamos dar-lhes. Ficam assim, como uma brasa queimando a pele. Abraço.
De DespenteadaMental a 27 de Agosto de 2005 às 22:24
JRD, É isso mesmo - os "esteiros" que continuam a entrar pela terra dentro e pelo dia-a-dia, também, deixando-nos um amargo na boca e um ardor nos olhos. Abraço.
De DespenteadaMental a 27 de Agosto de 2005 às 22:20
'casepagam', Obrigada. E, já agora, o que aconteceu ao teu blogue?... Estás a imitar-me?... Não é bonito! ;)
De DespenteadaMental a 27 de Agosto de 2005 às 22:19
Vanda, Desejo que, pelo estudo e pela vida, encontres da Arte uma boa maneira de realização. Abraço.
De Santos Passos a 27 de Agosto de 2005 às 00:57
Excelente.

De Armando a 26 de Agosto de 2005 às 22:02
Quem é vivo sempre aparece.
Muito bom regresso ao convívio blogosférico.
Aproveito para desejar um bom fim de semana.
Um abraço.

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Dezembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
31
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds